NÃO É TUDO A MESMA COISA

Entre matérias-primas orgânicas, veganas e naturais, pode ser fácil se confundir

Confira como é feita a categorização de cada matéria-prima do universo da Beleza Limpa.

MATÉRIAS-PRIMAS NATURAIS

São substâncias cultivadas, colhidas, criadas e processadas de forma ecológica. Não podem ser produzidas sinteticamente, extraídas ou processadas com produtos petroquímicos ou solventes sintéticos, expostas à irradiação e/ ou serem geneticamente modificadas.

Exemplos: derivadas de plantas, minerais,
microrganismos, animais ou de outras
matérias-primas naturais.

MATÉRIAS-PRIMAS VEGANAS

São os ingredientes que não possuem origem animal nem eficácia testada em animais, em qualquer etapa. O fato de um ingrediente ser vegano não significa que ele seja natural, sustentável ou seguro.

Existem várias matérias-primas veganas e sintéticas, por exemplo. Ou ainda, veganas e naturais, mas nem por isso, orgânicas.

A glicerina animal, o pigmento carmim, a lanolina e as ceras de abelha são alguns exemplos de matérias-primas naturais, porque vem da natureza. Mas não são veganas, porque têm origem animal. E só serão orgânicas se o cultivo delas for orgânico.

MATÉRIAS-PRIMAS ORGÂNICAS

São obtidas pelo cultivo orgânico, com
produção sustentável e renovável. Os insumos utilizados na produção dessas matérias-primas devem ser de origem natural, segura e ecologicamente correta.

Isso inclui os fertilizantes, os corretivos dos solos e até mesmo os produtos de limpeza e desinfecção das instalações onde acontece o cultivo.

Exemplos: manteigas vegetais, óleos, ceras, hidrolatos e extratos, oleosos de plantas.

O fato de uma matéria-prima
ter uma dessas classificações
não significa que ela tenha todas.

A ÁGUA

A água é um insumo de origem mineral e
um recurso natural, ou seja, não é obtida por cultivo. Por isso não pode ser considerada um composto orgânico.

Com isso, produtos formulados com
água jamais poderão ser considerados 100% orgânicos.

Para ser considerado natural, um cosmético deve ter, no mínimo, 95% do conteúdo total de matérias-primas naturais. E os outros 5% não podem ser substâncias listadas como proibidas para cosméticos naturais*.

*Padrão utilizado pela maior e mais respeitada certificadora internacional
de matérias-primas e produtos naturais e orgânicos: Ecocert Cosmos.

ARGILAS

Nossas argilas são matérias-primas naturais, porém não podem ser classificadas como orgânicas devido a sua origem, que é mineral, como a água.

Ou seja: toda matéria-prima orgânica é natural, mas não significa que toda matéria-prima natural seja orgânica.

Nossas fórmulas priorizam a maior quantidade de matérias-primas orgânicas possível, o que nem sempre é tarefa fácil. Como explicado acima, as matérias-primas orgânicas são basicamente óleos, manteigas, ceras e extratos vegetais.

100% VEGANO, NATURAL E COM O MAIOR NÚMERO DE MATÉRIAS-PRIMAS ORGÂNICAS: DNA SIMPLE ORGANIC

Para uma fórmula segura de alta performance é preciso outros ingredientes, como é o caso de emulsionantes, conservantes e antioxidantes, que não são orgânicos. Ainda assim, os ingredientes que usamos para tais finalidades, são os mais puros e seguros para a pele – o que faz dos nossos produtos 100% Clean Beauty.